18 de dez de 2013

Setor sucroalcooleiro terá de investir R$ 1,4 bi até 2018 em energia contratada

O setor sucroalcooleiro terá de investir R$ 1,4 bilhão até 2018 para garantir o suprimento de eletricidade contratada por meio dos leilões de energia realizados neste ano, segundo a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), durante evento em São Paulo. Toda essa eletricidade, num total de 44,24 milhões de MWh, será produzida por meio de cogeração, utilizando-se o bagaço da cana-de-açúcar.

Em 2013, foram realizados dois leilões de energia A-5, referentes à eletricidade a ser entregue em 2018. No primeiro, em agosto, foram contratados sete projetos, representando 29,27 milhões de MWh. No segundo, em dezembro, o total contratado chegou a quatro projetos, com 14,98 milhões de MWh. A Unica destaca que a venda de bioeletricidade significará ´também acrescentar uma receita anual de R$ 243 milhões pelos 25 anos do contrato ao setor sucroenergético.

Em nota, o gerente de Bioeletricidade da entidade, Zilmar de Souza, afirmou que ´a biomassa mostrou uma resposta rápida e positiva ao se criar o produto térmico, mas precisamos aproveitar e avançar mais em 2014´. ´O ideal seria continuar aprimorando o modelo dos leilões, dentro de uma política de longo prazo para cada uma das fontes renováveis, com certames regionais ou por tipo de fonte de geração e preços-teto específicos.´

Fonte: Agência Estado / Udop

Nenhum comentário:

Postar um comentário