2 de jul de 2012

Produção de biodiesel pode dobrar no Brasil com uso de óleo de palma

A produção brasileira de biodiesel poderia dobrar se tivesse como base o óleo de palma (azeite de dendê) em vez do óleo de soja, afirma o presidente da Câmara Setorial da Palma de Óleo, Eduardo Ieda. Segundo ele, a palma possui produtividade (tonelada de óleo por hectare plantado) dez vezes maior do que a da soja, matéria-prima que respondeu por 80,79% dos 2,67 bilhões de litros de biodiesel produzidos em 2011, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Para isto, afirma Eduardo Ieda, o governo federal e os governos estaduais precisarão aumentar a capacidade de certificar agricultores familiares para receber financiamento para a produção de palma. - O governo estava preparado para dar certificados a cerca de 150 agricultores familiares por ano, e estamos precisando ter esse volume por mês %4 diz ele, que também preside a Vale Biopalma, empreendimento da Vale (70%) com a MPS (30%) no Pará. A produção de biodiesel de palma ainda é zero no país, mas o panorama deve mudar em 2015, quando entrar em operação a usina da Vale Biopalma no Pará, que produzirá 600 mil toneladas em 2019. A Petrobras também desenvolve uma produção de palma no estado, com a Galp Energia, mas voltada ao mercado europeu. A petrolífera instalará em Portugal, em 2015, uma usina com capacidade de 256 mil toneladas de biodiesel por ano. Mais informações/fonte: UDOP

Nenhum comentário:

Postar um comentário