16 de dez de 2011

Pesquisa realizada na UFSCar desenvolve biorreatores com menor consumo de energia

O ex-aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da UFSCar, Marcel Otávio Cerri, recebeu o Prêmio Capes de melhor tese de 2010 na área de Engenharia II. O trabalho "Hidrodinâmica e transferência de oxigênio em três biorreatores Airlift de circulação interna geometricamente semelhantes", defendido em 2009, foi orientado pelo docente Alberto Colli Badino Junior, do Departamento de Engenharia Química da UFSCar. Os estudos desenvolvidos por Cerri abordam a utilização de biorreatores pneumáticos que apresentam menor consumo de energia quando comparados aos biorreatores convencionais, do tipo tanque agitado, que são mais comumente utilizados. "A tese teve a intenção de entender melhor o aumento de escala em biorreatores não-convencionais a partir de análise dimensional e a aplicação deste biorreator é para cultivo de bactérias que produzem antibióticos", explica Cerri. A pesquisa envolveu estudos hidrodinâmicos e de transferência de oxigênio em três escalas de biorreatores pneumáticos de tubos geometricamente semelhantes, com capacidade volumétrica de 2, 5 e 10 litros. O objetivo era obter informações úteis para aplicação na variação de escala deste modelo de biorreator. Foram avaliados parâmetros importantes como retenção gasosa, tempo de mistura, tempo de circulação, coeficiente volumétrico de transferência de oxigênio, velocidade de cisalhamento e diâmetro médio de bolhas para o melhor entendimento de aspectos relacionados à hidrodinâmica e à transferência de massa. O modelo de biorreator já foi patenteado e é comercializado por uma empresa paulista de produção de equipamentos para laboratório. Fonte: saocarlosagora

Nenhum comentário:

Postar um comentário