9 de set de 2014

Produção de energia por hidrelétricas é a menor desde 2005

As hidrelétricas brasileiras produziram em agosto o menor volume de energia dos últimos nove anos, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Foram gerados por essas usinas no mês passado 40,4 mil megawatts-médios (MWmed), resultado superior apenas ao de julho de 2005 (40,2 mil MWmed).

Esses 40,4 mil MWmed verificados em agosto representam queda de 13,8% em relação ao resultado do mesmo mês do ano passado, quando as hidrelétricas produziram 47 mil MWmed. Em 2014, a maior contribuição dessas usinas para o sistema elétrico brasileiro foi em janeiro: 53 mil MWmed.

O menor uso das hidrelétricas veio acompanhado, por outro lado, por uma maior participação das termelétricas na geração de eletricidade no Brasil. Foram 15,6 mil MWmed produzidos em agosto por essas usinas, movidas a combustíveis como óleo, gás ou biomassa. Trata-se do maior volume dos últimos dez anos, pelo menos.

Esse maior uso das termelétricas visa justamente poupar água dos reservatórios das principais hidrelétricas do país, que sofrem com queda acentuada no nível de armazenamento de água, situação provocada pela falta de chuvas. No domingo (7), as hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por cerca de 70% da capacidade de geração nacional, registravam volume médio de 29,21%.

Em situações normais, as hidrelétricas, que geram energia mais barata, são responsáveis por atender a quase toda a demanda brasileira. Assim, o uso das térmicas vem encarecendo o custo da energia e isso já está se refletindo nos reajustes das contas de luz em 2014.

Fontes: UDOP/G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário