5 de mai de 2013

Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável – Edição 2013



O concurso tem como principais objetivos estimular a geração de conhecimento sobre temas relacionados à contribuição da engenharia para o desenvolvimento sustentável e difundir tais conhecimentos junto à comunidade acadêmica brasileira e à sociedade em geral, inserindo-se em um amplo programa da Organização Odebrecht de relacionamento com Universidades/Instituições de Ensino Superior do Brasil. O concurso é anual e tem como tema “Contribuições das Engenharias para o Desenvolvimento Sustentável”, incentivando a geração de conhecimento e a formação de jovens profissionais com a visão da Sustentabilidade. Os trabalhos a serem apresentados no concurso deverão se orientar pelas seguintes nove (9) áreas de concentração:
1. Tecnologia, processos, produtos e insumos mais sustentáveis na cadeia produtiva da química/petroquímica;
2. Saneamento ambiental, serviços ambientais na linha de água e resíduos, reuso da água, recuperação de áreas degradadas;
3. Geração e uso de energia, energias renováveis, eficiência energética;
4. Mobilidade urbana, soluções e serviços para transportes e seus modais, incluindo rodovias, portos, logística;
5. Construções navais, instalações e equipamentos onshore e offshore para a indústria de óleo e gás;
6. Petróleo e gás, serviços de operação, manutenção e apoio em exploração e produção de óleo e gás onshore e offshore;
7. Tecnologia, produtos e sistemas em monitoramento, mapeamentos e levantamentos de informações, vigilância, comunicação, defesa e segurança aplicados a conhecimento e proteção de recursos naturais, territórios, ambientes marinhos e águas interiores, sistemas construídos e patrimônio físico e natural de regiões;
8. No agronegócio: tecnologias, processos, produtos e insumos que contribuam na sustentabilidade de toda a cadeia produtiva da cana-de-açúcar, incluindo alternativas de uso de subprodutos e no desenvolvimento de mecanismos de avaliação e pagamento por serviços ambientais;
9. Edificações, conjuntos comerciais ou residenciais, instalações e complexos industriais, soluções mais sustentáveis de engenharia para infraestrutura para uso público ou privado, novos materiais, reuso e redução do uso de insumos e materiais, reciclagem, tecnologias limpas e renováveis, aplicação da hierarquia de controles para os impactos associados aos projetos de engenharia, integração dos pilares da sustentabilidade às soluções da engenharia.
Mais informações no site 

Nenhum comentário:

Postar um comentário