20 de mai de 2013

Embrapa Agroenergia seleciona bolsista para atuar em inovação no setor sucroalcooleiro

A Embrapa Agroenergia (Brasília/DF) está selecionando um bolsista para atuar em projeto de gestão da inovação no setor sucroalcooleiro energético. Podem se candidatar à vaga pessoas com cursos superior completo em Agronomia, Agronegócios, Engenharia Agrícola, de Alimentos, Ambiental ou Florestal. Graduados em Administração e Economia também poderão se inscrever. O profissional deve ter no mínimo dois anos de atuação em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação, contados a partir do término do curso de graduação. É desejável que esteja cursando mestrado, tenha experiência no setor sucroalcooleiro e conhecimento da língua inglesa para leitura. O trabalho a ser desenvolvido pelo bolsista insere-se no Projeto Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação no Setor Sucroenergético (NAGISE), que é composto, além da Embrapa Agroenria, pela Universidade de Campinas (Unicamp), o Instituto Agronômico de Campinas (IAC), a Universidade Federal de Pernambuco, a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) e a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Única). O projeto é custeado pela Agência Brasileira da Inovação (Finep). O NAGISE vai trabalhar com diversos elos da cadeia produtiva de açúcar, etanol e energia: fornecedores de máquinas e equipamentos, de insumos, produtores de cana-de-açúcar, indústrias de açúcar e etanol e empresas de distribuição e logística. A área de atuação do bolsista compreende os estados da Região Centro-Oeste e também Tocantins. A equipe técnica começará fazendo um diagnóstico das empresas que atuam naqueles elos produtivos. A partir dos dados levantados, será estruturado um programa de capacitação para 80 companhias. Durante os cursos, cada uma delas vai elaborar o próprio plano de gestão da inovação. "Esse será um programa de mão dupla: nós vamos capacitar as empresas e também receber delas informações que nos permitam traçar um panorama do setor e identificar pontos para atuação da pesquisa", diz o coordenador das atividades do NAGISE na Embrapa Agroenergia, o pesquisador José Manuel Cabral. A bolsa terá duração de um ano, de julho de 2013 a junho de 2014 e será outorgada pelo CNPq, no nível DTI B. O bolsista vai atuar em todas etapas do projeto e deve ter disponibilidade para viagens de curta duração. As etapas principais do projeto são de coleta e interpretação de resultados de pesquisas eletrônicas e entrevistas presenciais, realização de apresentações e palestras para públicos variados, elaboração de relatórios parciais e de conclusão. Os interessados devem enviar currículo até 31 de maio para José Manuel Cabral (jose.cabral@embrapa.br) com o assunto "Bolsa NAGISE". As atividades do bolsista serão desenvolvidas na Embrapa Agroenergia, em Brasília/DF. A carga horária semanal será de 40 horas e o valor da bolsa, R$ 3 mil, livres de impostos e taxas. Fonte: UDOP

Nenhum comentário:

Postar um comentário