12 de mar de 2013

BNDES aprova financiamento de R$ 67,7 milhões para termelétrica

A Petrocoque S.A., joint venture formada entre a Petrobras e o Grupo Unimetal, vai receber R$ 67,6 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para implantar uma termelétrica a partir do processo de transformação do CVP (coque verde de petróleo) em CCP (coque calcinado de petróleo). Segundo o banco, o resfriamento dos gases resultantes do processo vai alimentar unidades geradoras de vapor que, por meio de um turbogerador, produzirá energia elétrica. A unidade, que será instalada em Cubatão (a 56 km de São Paulo), terá capacidade de gerar 18 megawatts de energia. Do total, cerca de 4 megawatts serão utilizados pela própria empresa. O restante será exportado para o sistema elétrico interligado e vendido. De acordo com o BNDES, 60% dos recursos serão usados na aquisição de equipamentos nacionais. O restante será aplicada na construção da planta. A Petrocoque é a única petroquímica no Brasil a fabricar o CCP, que serve de insumo para a indústria do alumínio. São três unidades calcinadoras de coque de petróleo com capacidade de produzir 500 mil toneladas do produto por ano. O projeto prevê a criação de 250 empregos na fase de implantação e 23 na operação, prevista para janeiro de 2015. Segundo o fabricante, o CCP é uma variedade de carbono, definido como o de mais alta pureza obtido por meio de processo industrial. O produto é obtido com baixo teor de enxofre. Fonte: UDOP

Nenhum comentário:

Postar um comentário