23 de out de 2012

Geração térmica da Petrobras é de 7,6 GW em outubro


A Petrobras gerou em outubro, até esta terça-feira 7,6 gigawatts (GW), ante 1,5 GW produzidos pela estatal em outubro de 2011, informou o diretor de Gás e Energia da empresa, José Alcides Santoro Martins. A produção está sendo favorecida por um aumento da demanda por conta do período de estiagem que prejudica, principalmente, a produção de hidrelétricas na região Nordeste do País, como havia informado recentemente o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Mesmo com o aumento da demanda por gás natural para a geração térmica, a Petrobras mantém a disponibilidade do combustível para a indústria, disse Martins. Porém, novos contratos exigiriam negociação, ressaltou. "Oferta e demanda de gás estão equilibrados. Estamos atendendo distribuidoras e indústria. Não existe evidência de desequilíbrio até 2020. Gás para novos leilões é outra discussão que teremos que ter no momento oportuno", afirmou. O executivo disse ainda que pretende renovar o contrato de fornecimento de gás da Bolívia no prazo de sete anos a preços melhores. "Mesmo com todo gás do pré-sal continuaremos precisando da Bolívia", afirmou. Fonte: UDOP


Nenhum comentário:

Postar um comentário